segunda-feira, novembro 28, 2011

Like I Do Now

How many sensations and memories while I listen to this song! wow!

terça-feira, novembro 08, 2011

The Stars

I see the stars...

quinta-feira, novembro 03, 2011

Mentiras

"Que é pra ver se você volta
Que é pra ver se você vem
Que é pra ver se você olha pra mim"

quinta-feira, outubro 20, 2011

Stay

‎"And if you look
You look through me
And when you talk
It's not to me
And when I touch you
You don't feel a thing"

Hurts, doesn't?

quinta-feira, outubro 13, 2011

The End Is The Beginning Is The End

"Does it make you happy? You're so strange, yeah..."

Índios

Quem me dera ao menos uma vez
Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem
Conseguiu me convencer que era prova de amizade
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha.

Quem me dera ao menos uma vez
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
Que se cortava sempre um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda.

Quem me dera ao menos uma vez
Explicar o que ninguém consegue entender
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente.

Quem me dera ao menos uma vez
Provar que quem tem mais do que precisa ter
Quase sempre se convence que não tem o bastante
Fala demais por não ter nada a dizer.

Quem me dera ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente.

Quem me dera ao menos uma vez
Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo Deus foi morto por vocês
Sua maldade, então, deixaram Deus tão triste.
Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do iní­cio ao fim.

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Quem me dera ao menos uma vez
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes.

Quem me dera ao menos uma vez
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz ao menos, obrigado.

Quem me dera ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado por ser inocente.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim.

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.

domingo, outubro 09, 2011

Suicide Is Painless

No. Not when you're still alive! And you'll live forever!

1963

"There's too many ways that you could kill someone, like in a love affair, when the love has gone...
I used to think of him, He used to think of me"

quinta-feira, outubro 06, 2011

Desculpe Babe

Como preencher? Quando e porque publicar?

Nada Por Mim

Nessa hora, malditamente (ou benditamente), exatamente nessa hora toca um trecho de "Nada Por Mim" na voz do Ney na novela das 9 que assistem na TV! Wow!

segunda-feira, outubro 03, 2011

Um Ponto Oito

"Voltei a correr, pensei em fugir, quis não mais viver a não ser com quem gosta de mim. Me esqueci numa curva que fiz tão veloz que o amor não morreu por um triz, não morreu por um triz..."

quinta-feira, setembro 29, 2011

O Amor e o Grito

O Amor e o Grito
Um dia um mestre perguntou aos seus discípulos:- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?Os homens pensaram por alguns momentos.- Porque perdemos a calma - disse um deles. - Por isso gritamos.- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao teu lado? Não é possível falar-lhe em voz baixa? Por que gritas a uma pessoa quando estás aborrecido?Os homens deram algumas respostas, mas nenhuma delas satisfez o mestre. Finalmente ele explicou:- Quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poder escutar-se. Quanto mais aborrecidas estejam, mais forte terão que gritar para se escutar um ao outro através desta grande distância. Em seguida perguntou:- O que sucede quando duas pessoas se enamoram? Elas não gritam, mas se falam suavemente. Por quê? Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Quando se enamoram, acontece mais alguma coisa? Notem que quase não falam, somente sussurram, e ficam cada vez mais perto do seu amor. Finalmente, não necessitam sequer sussurrar, somente se olham e isto é tudo. Assim é quando duas pessoas que se amam estão próximas. Portanto, quando discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais. Chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta.

(C.L.)

sábado, setembro 24, 2011

Caçador de Mim

Eu, caçador de mim...

domingo, setembro 04, 2011

Femme Fatale

"Cause everybody knows (she's a femme fatale)
The things she does to please (she's a femme fatale)
She's just a little tease (she's a femme fatale)
See the way she walks, hear the way she talks"



quinta-feira, agosto 25, 2011

The Finest Worksong

"I listen to the finest worksong"

sexta-feira, agosto 19, 2011

Êta Nóis

"Nóis se cruzemo na espiral da vida
Mais de uma vez eu tenho consciência
De que na vida não tem coincidência
Ai, ai

Nóis se gostemo e se tornemo amigo
Mil música cantemo pros nosso ouvido
Os lás e os bemóis
Acordes dissonando
Perfeita harmonia
Ai, ai

Mas um dia chegou
E nós desprevenido
Caímo no chão
Como dois inimigo
Nos batendo, estrupiando
Destruindo o construído
No fundo do tacho
Um gosto de fel

Mas um dia as abeia
Se voltam todinhas
E no milagre da lida, ai
O amor vira mel"

Linda, né? Escutam o Ney cantando... Singela, pura, sem muitos aforismos, rodeios, vaidades, análises, interpretações heurísticas profundas... Simplesmente simples e linda! Vale a pena!

quinta-feira, agosto 11, 2011

Todo Amor Que Houver Nessa Vida

"Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria"

(É bom idealizar, não é, Cazuza? Mas se der pra ser real, Ah...)

sábado, julho 23, 2011

Lotus

"I ate the lotus"
The joke of myself!
Cannot laugh about it!

terça-feira, julho 19, 2011

Mistérios da Meia-Noite

Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu... era a dor dele.

quarta-feira, julho 13, 2011

You Do

You really do!

terça-feira, julho 12, 2011

Sadness Is A Blessing

Sadness is my boyfriend.... But we're always fighting, trying to send each other away!

segunda-feira, julho 11, 2011

Mesmo Que Seja Eu

Se Joga, Ney!
(Eu me jogo aqui, pra cair no chão!)

domingo, julho 10, 2011

The Sound Of Silence

Shit! Shit! Shit!
泣くよう!

Rejeição

La ra la ra la la la la la laiá...
"Sentimento contramão, Que me faz abandonar a festa bem no meio da seresta"....

Debaixo Dos Caracóis Dos Seus Cabelos

"Um soluço e a vontade de ficar mais um instante..."

sábado, julho 09, 2011

Falando De Amor

"Chora flauta
Chora pinho
Choro eu, o teu cantor;
Chora manso, bem baixinho
Nesse choro falando de amor"

What Have I Done To Deserve This?

You didn't miss your therapy. Just that!

Cavaleiro de Aruanda

Saravá, Nossa Senhora, a sua flecha mata!
Vem de Aruanda...

sexta-feira, julho 08, 2011

sábado, julho 02, 2011

Hands

Feels like 1998...

You Were Meant For Me

And I was meant for you...
Quantas sensações dormentes vêm à tona agora...
Samishii ne!

terça-feira, junho 28, 2011

A Hora da Estrela

"Zero hora. Vinte-e-oito minutos"
Olha a rádio-relógio da Macabéa!
Coitadinha!
(E eu?)

quarta-feira, junho 22, 2011

Na Lapinha

"Quando eu morrer me enterre na Lapinha"

sábado, junho 18, 2011

A Seta E O Alvo

Sempre a meta de uma seta no alvo, mas o alvo na certa não te espera...

quarta-feira, junho 15, 2011

Nothing But Flowers

I can't get used to this lifestyle... Too stressed...

sexta-feira, junho 10, 2011

The Bluest In Texas

"For every heart you break you pay the price"

quarta-feira, maio 25, 2011

Temptation

Melancolia pura!

segunda-feira, maio 23, 2011

Tempestade

Já me sinto bem melhor. E espero o mesmo para você, chuchu!

domingo, maio 22, 2011

Times Like These

In times like these você se sente um lixo, um bagaço espremido e jogado fora. Tou acabado.

terça-feira, maio 17, 2011

Lay Lady Lay

Divã
ブルノ
終!
Take it!

domingo, maio 15, 2011

Shellshock

"I feel good and I feel bad, but common sense I never had"...

domingo, maio 01, 2011

First We Take Manhattan

Then we take Berlin

It's Oh So Quiet

Por enquanto... Vai abusando, vai...

quinta-feira, abril 14, 2011

It Makes Me Wanna Die

A miséria não está só no Haiti. O medo não está só em Fukushima. A dor está em todo lugar. E em mim está a fraqueza e a vontade de não ter de lidar com mais nada disso. Cansei. E se eu tiver vizinhos com fome? Com frio? Devo achar isto natural e fechar os meus olhos? Do que mais eles precisam? Eu posso atendê-los? Nessa hora dói muito estar de olhos abertos. Até a minha mãe precisa de mim. E eu a atendo? Não. Eu viro as costas. Meu primo morto precisou de mim. Eu atendi? Não, eu virei-lhe as costas muitas e muias vezes... Entretanto, preciso e quero continuar vivendo.

terça-feira, abril 12, 2011

domingo, abril 03, 2011

E-Bow, The Letter

Dreaming of Maria Callas, whoever she is... I need some hope.

Metade

Estou em milhares de caco;, eu estou ao meio...

quarta-feira, março 30, 2011

Temptation

"Just like the feeling in me it's no joke"

Cálice

"Pai, afasta de mim esse cálice"

terça-feira, março 29, 2011

quinta-feira, março 24, 2011

Lost Cause

Sou mesmo um erro.

quinta-feira, março 17, 2011

The Melody Of A Fallen Tree

All your hopes and dreams they rise and fall secretly, a cacophony...

quarta-feira, março 16, 2011

Só Sei Amar Assim

Por mais que eu tente argumentar para você (e para mim mesmo) não adianta...

segunda-feira, março 14, 2011

A Cigarra

Quando a cigarra cantou clareou, clareou...
Quando a cigarra cantou me enganou, me enganou

quinta-feira, março 10, 2011

Not The Doctor

Bad... Shit... Fuck...

"I'm not the doctor"...

domingo, março 06, 2011

Fuck The Pain Away

The teaches os Peaches... hahaha

Pelo Interfone

"Ela não está - me diz a voz que vem do interfone" (...)

Agora ela está..."Preciso falar com você, pessoalmente... Não quero te prender

Mas não posso te perder"

Esse é um dilema que nem o cinema sabe resolver!

yeah, yeah, yeah, yeah...

sábado, março 05, 2011

Too Much Love Will Kill You

Sticky person! Go to hell, you idiot! (To myself)

Pulling Our Weight

Weight. Shit,

quarta-feira, fevereiro 23, 2011

terça-feira, fevereiro 22, 2011

Mulder And Scully

This could be a case for Mulder and Scully

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Deus (Apareça na Televisão)

"Eu vou rezar, ligar o rádio, ficar invisível, pois nada vai te atrapalhar

Pra me seduzir quero te encontrar"...

Deus, por favor, apareça!

domingo, fevereiro 20, 2011

Texarkana

Catch me if I fall!

Nice Guys Finish Last

Bow wow wow! Hehe...

sábado, fevereiro 19, 2011

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Exagerado

Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos foram marcados na maternidade

Paixão cruel, desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desulpar minhas mentiras, minhas mancadas

Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar

E por você eu largo tudo
Vou mendingar, roubar, matar
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais

Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

E por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, canundo
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais

Exagerado
Jogado aos teus pés
Com mil rosas roubadas
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado

terça-feira, fevereiro 15, 2011

Avril 14th

Down pacas! Shit!

segunda-feira, fevereiro 14, 2011

O Prato do Dia

"Tou me sentindo meio janta hoje
Tou me sentindo meio arroz-com-feijão
Quem vamos ter pra hoje?
Quem vai ser o prato do dia?"

Era a segunda refeição do dia, para o mesmo freguês.
Cliente especial, o prato havia sido preparado com o cuidado de sempre. Cuidado valioso, cuidado seguro.
Prato à mesa, o cliente:

_ Desculpe, mas eu não posso comer essa comida desse jeito.
_ De quê jeito?
_ Suja!
_ Suja do quê? - Isso não podia estar acontecendo, ela mesmo conferira; o prato estava impecável e além disso queimava as suas mãos!
_ De vísceras explosivas.

Aquela que servia o prato, com espanto e indignação, emudeceu, enrijeceu, perdeu o chão. E o cliente, que era o número um da casa de refeições, bem, o cliente...

sábado, fevereiro 05, 2011

Magic Man

Tri try try to understand, he's a magic man. yeahhhhhhhhhh.. hullllllllllllll

More Than This

Tell me one thing...

quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Unstable

So unstable. Shit.

Sleep To Dream

Recolher-me à minha reles insignificância, né...
Dormir... tão bom.
O mundo de lá é melhor que o daqui muitas vezes.

terça-feira, fevereiro 01, 2011

Insomnia

drinking myself to sleep again
night nurse pills to keep me sane
drinking myself to sleep again
insomnia

quarta-feira, janeiro 26, 2011

Summer Cannibals

Eat the summer cannibals
eat eat eat you
eat the summer cannibals
eat eat eat

What Have I Done To Deserve This?

Fucking tédio!
Fucking férias!
Fucking, fucking, fucking...
What have I done to deserve this?

quarta-feira, janeiro 12, 2011

José

Me lembro às vezes de você
Meu bom José, meu pobre amigo
Que dessa vida só queria
Ser feliz com sua Maria

domingo, janeiro 09, 2011

The More You Ignore Me The Closer I Get

Morrissey, pode parecer lindo, mas, desculpe, isso é ridiculamente idiota.

quinta-feira, janeiro 06, 2011

She's Like The Wind

(500) Days Of Summer. Where is my 500th?

日曜日- 7月10 日

domingo, dezembro 26, 2010

sábado, dezembro 25, 2010

A Hard Rain's A Gonna Fall

"Where black is the color, where none is the number,
And I'll tell it and think it and speak it and breathe it,
And reflect it from the mountain so all souls can see it,
Then I'll stand on the ocean until I start sinkin',
But I'll know my song well before I start singin',
And it's a hard, it's a hard, it's a hard, it's a hard,
It's a hard rain's a-gonna fall"

sexta-feira, dezembro 24, 2010

Maniac

She's a maniac, maniac on the floor
And she's dancing like she's never danced before

O Dia Em Que A Terra Parou

"E o aluno não saiu pra estudar, pois sabia o professor também não tava lá"...

Por Enquanto

... "Estamos indo de volta pra casa"... Mais trechos? Puta que pariu!

Gol de Quem?

"Porque sei calcular o valor de um amor que desponta/
Eu meço pelo tamanho da dor que no final eu sei que vai sobrar"....

terça-feira, dezembro 21, 2010

The Things That Went Wrong

Sadness, where's ur end at? :'(

"I fear what is to come
So I sing a sad song
About the things that went wrong"

Still

And I love you still

My Favourite Mistake

Did you see me walking by?

Did it ever make you cry?

You're my favorite mistake!

Fumo/Apelo

Longe de ti são ermos os caminhos
Longe de ti não há luar nem rosas
Longe de ti há noites silenciosas
Há dias sem calor, beirais sem ninhos
Meus olhos são dois velhos pobrezinhos
Perdidos pelas noites invernosas
Abertos sonham mãos cariciosas
Tuas mãos doces, plenas de carinhos
Os dias são outonos, choram, choram
Há crisântemos roxos que descoram
Há murmúrios dolentes de segredos
Invoco o nosso sonho, estendo os braços
E é ele, ó meu amor, pelos espaços
Fumo leve que foge entre meus dedos
E é ele, ó meu amor, pelos espaçosF
umo leve que foge entre meus dedos





Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não senti falta, bom chegar tarde, esquecido na conversa de esquina. Não foi ausência por uma semana: o batom ainda no lenço, o prato na mesa por engano, a imagem de relance no espelho.Com os dias, Senhora, o leite primeira vez coalhou. A notícia de sua perda veio aos poucos: a pilha de jornais ali no chão, ninguém os guardou debaixo da escada. Toda a casa era um corredor deserto, até o canário ficou mudo. Não dar parte de fraco, ah, Senhora, fui beber com os amigos. Uma hora da noite eles se iam. Ficava só, sem o perdão de sua presença, última luz na varanda, a todas as aflições do dia.Sentia falta da pequena briga pelo sal no tomate — meu jeito de querer bem. Acaso é saudade, Senhora? Às suas violetas, na janela, não lhes poupei água e elas murcham. Não tenho botão na camisa. Calço a meia furada. Que fim levou o saca-rolha? Nenhum de nós sabe, sem a Senhora, conversar com os outros: bocas raivosas mastigando. Venha para casa, Senhora, por favor.

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Me Explica

(Por enquanto) mal posso imaginar...que não há mais ninguém...

Miss You

Tchurururururu

Tchurururururu

And I miss you...

sábado, dezembro 18, 2010

Made In Japan

私は忘れたの日本のあじはとても気持が良かったです!

sexta-feira, dezembro 17, 2010

All Cats Are Grey

In the caves all cats are grey...

UR

Bunr the books
They've got too many names and psychosis

I Am A Scientist

i am a scientist - i seek to understand meall of my impurities and evils yet unknown
i am a journalist - i write to you to show you
i am an incurable
and nothing else behaves like me
and i know what's right
but i'm losing sightof the clues for which i search and choose
to abuse
to just unlock my mind
yeah, and just unlock my mind
i am a pharmacist
prescriptions i will fill you
potions, pills and medicines
to ease your painful lives
i am a lost soul
i shoot myself with rock & roll the hole i dig is bottomlessbut nothing else can set me freeand i know what's rightbut i'm losing sightof the clues for which i search and chooseto abuseto just unlock my mindyeah, and just unlock my mindi am a scientist - i seek to understand mei am an incurable and nothing else behaves like meeverything is righteverything works out righteverything fades from sightbecause that's alright with me

domingo, dezembro 12, 2010

How It Ends

And You Already know.Yeah, you already know

How this will end



A little pain inside...

sábado, dezembro 11, 2010

Vapour Trail/ I Wanna Be Adored/ This Is Where The Story Ends

Shoegaze uptakes me.

Banquete de Lixo

"O hoje é apenas um furo no futuro

Por onde o passado começa a jorrar

E eu aqui isolado onde nada é perdoado

Vi o fim chamando o princípio pra poderem se encontrar"



De arrepiar!

quinta-feira, novembro 18, 2010

Stop Whispering

And the wise men say "I don't want to hear your voice."
And the thin men say "I don't want to hear your voice."
And they're cursing me, and they won't let me be.
And there's nothing to say, and there's nothing to do.

Stop whispering, start shouting,
stop whispering, start shouting.

And my mother say "We spit on your son some more."
And the buildings say "We spit on your face some more."
And the feeling is that there's something wrong,
'cause I can't find the words,
and I can't find the songs.

Stop whispering, start shouting,
stop whispering, start shouting.

Dear Sir, I have a complaint.
Dear Sir, I have a complaint,
can't remember what it is, doesn't matter anyway.
Doesn't matter anyway

segunda-feira, novembro 15, 2010

Antes Que Seja Tarde

Para ter sido postada antes, mas...

"E na verdade continuo sob a mesma condição - distraindo a verdade e enganando o coração"

Let Down

Let down and hanging around

Push

Go! Go! GO!

Round And Round

I just can't help thinking what you've done to meYou built a wall of love and tore it right down in front of meAnd you think you know what's going onYou keep telling me that I am wrongI don't care about what you doBut if you mess with me I'll get rid of youThe picture you see is no portrait of meIt's too real to be shown to someone I don't knowAnd it's driving me wildIt makes me act like a childYou think I am crazy, but what can I do?You waste your time, like my moneyIt ain't so funny, but it's true(Don't waste my money, baby)Now you can't tell me what's going onAnd that I am weak while you are strongWhat is it you need, that makes your heart bleedDo you really know? 'cause it doesn't showThe picture you see is no portrait of meIt's too real to be shown to someone I don't knowAnd it's driving me wildIt makes me act like a child

domingo, novembro 14, 2010

Leave

Lift me, lift me,I attain my dream.I lost myself, I lost theheartache calling me.I lost myself in sorrowI lost myself in pain.I lost myself in clarity,memory, leave, leave.

That's what keeps me,that's what keeps me,that's what keeps me down,to leave it, believe it,leave it all behind.

I've longed for this to take me,I've longed for my releaseI've waited for the callin'to leave, leave.

quinta-feira, novembro 11, 2010

Everything's Gone Green

Help me, somebody help me!

sexta-feira, outubro 29, 2010

Overkill

I can't get to sleep

I think about the implications

Of diving in too deep

And possibly the complications

Especially at night

I worry over situations

I know will be alright

Perhaps its just my imagination



Day after day it reappears

Night after night my heartbeat, shows the fear

Ghosts appear and fade away



Alone between the sheets

Only brings the exasperation

It's time to walk the streets

Smell the desperation

At least there's pretty lights

And though there's little variation

It nullifies the night

From overkill



Day after day it reappears

Night after night my heartbeat, shows the fear

Ghosts appear and fade away

Come back another day

terça-feira, outubro 26, 2010

Try Try Try

Luv u... But so sad tonite...

quinta-feira, outubro 21, 2010

Redundant

We're living in repetition

Content in the same old shtick again

Now the routine's turning to contention

Like a production line going over and over and over

Roller coaster



Now I cannot speak, I lost my voice

I'm speechless and redundant

'Cause I love you's not enough

I'm lost for words



Choreographed and lack of passion

Prototypes of what we were

Went full circle 'til I'm nauseous

Taken for granted now

Now I waste it, I faked it, I ate it, now I hate it



'Cause I cannot speak, I lost my voice

I'm speechless and redundant

'Cause I love you's not enough

I'm lost for words

Without You/ Saudade

Hard to stand...

quarta-feira, setembro 22, 2010

Televisão de Cachorro

Eu perco horas babando sem saber que se o galo morreu não foi por mim...

segunda-feira, setembro 20, 2010

The Dark End Of The Street

At the dark and of the street... the dark and sad end of the street

Sympathetic Character

I have as much rage as you have

I have as much pain as you do

Fala

Eu não sei dizer nada por dizer então eu escuto

Se você dizer tudo que quiser então eu escuto

How The West Was Won And Where It Got Us

The story is a sad one told many times...

The story of my life in trying times...

Are You Still Mad?

Off course you are...

domingo, setembro 19, 2010

sábado, setembro 11, 2010

quarta-feira, setembro 01, 2010

Cut Here

"Ainda vou me tornar um mestrede um novo gênero literário: o silêncio".
Isaac Bábel

"Quando desligaram os aparelhos, a família vacilou, mas acabou doando os órgãos para transplante. As córneas de Leonardo foram parar num rapaz cego de outra cidade, que voltou a ver a vida como ela é; o coração continuou a bater no peito de um senhor desenganado de 59 anos; a mão direita rumou para o toco maneta de um executivo sem escrúpulos; o fígado resolveu a falência de irrigação de um menino melancólico que reviveu instantes de esperança e o rim passou a filtrar as toxinas que infernizavam as entranhas de uma mulher em estado terminal.

A resolução da mãe foi determinante: não poderia contrariar as ordens expressas do filho. Hospitais & médicos comemoraram; as famílias, nem é preciso dizer: exultaram, borbulharam copos de prazer; a obstinação da Ciência tinha enfim derrotado a Ira Divina.

Ah, sim, a perna esquerda apareceu no corpo de um rapaz recém-triturado no mar pela hélice de um motor de popa. O corpo de Leonardo repartiu-se em muitas vidas, mas houve rejeições, como é natural nesses casos, são as regras inexplicáveis de um mundo falível, mas nada que uma química plena e farta não pudesse resolver com um mínimo de adestramento.

Como se sabe, da mesma maneira que o mundo cria os limites da existência, o homem se encarrega de gerar seus próprios atalhos. Pois a vida é assim mesmo. Por mais que queiramos causas e efeitos, as reações não correspondem necessariamente às ações e obedecem aos meios mais ilícitos, zombando da representação trivial e consequente do mundo. As revelações se dão nas esquinas mais improváveis do tempo, onde a convexidade da atmosfera se funde com a concavidade da matéria. É nessas encruzilhadas que maltratamos um animal, traímos a confiança dos amigos sem um motivo plausível ou nosso carro se esborracha na estrada para Teresópolis.

A história não é banal, se me permitem. O pai vivia repetindo para os amigos que seu filho não tinha ambição. Mas ele estava enganado: a única ambição de Leonardo era ser ninguém, era ser nada. Contudo, ele sabia que não ser nada era difícil; sempre tem alguém que insiste em distribuir méritos, um ou outro atributo positivo, sei lá, todo mundo tem algo que valha a pena na vida.

Leonardo tinha uma tese: o homem atrapalha pelo simples fato de existir. Por isso, não queria interagir, não queria interferir, achava a ação humana nefasta por definição. A única saída: anular-se, minimizar ao máximo sua presença na Terra, deixar que a roda do mundo completasse sua rota livremente. Tornar-se invisível, eis toda a lírica possível. O silêncio, a não ação, o doce entranhamento, a ternura estava justamente no vazio.

Nem protagonista, nem antagonista, Leonardo pretendia o aniquilamento como forma total & sublime de encontrar o absoluto. Para ele, a reação era uma maneira conservadora de preservar os mecanismos mais arcaicos do mundo.

Pré-socrático por natureza, Leonardo odiava adjetivos. Sua filosofia consistia em cristalizar os objetos no tempo & no espaço. Teriam que continuar imutáveis, sem que fossem flexionados ao sabor das intempéries.

Para ele, o adjetivo representava a ação mais torpe e autoritária do homem, com o objetivo de desvirtuar o real sentido da vida. Controvertido, impetuoso, diáfano, avassalador, poético, ambíguo, grandiloquente, viril, premonitório, sonhador, ambicioso, erótico, mágico. Para Leonardo, nada disso tinha valor ou importância. Sua cosmogonia era simples: a existência não admite intervenções de nenhuma ordem.

Com o tempo, porém, ele começou a abolir também os substantivos. O ser já não mais estava, desincorporara-se de vez, tinha virado nuvem, pó, vento, poeira, éter, fragmento de uma estrela antiga e morta que, por definição, já não brilha mais, pois Leonardo tinha matado inclusive os verbos.

Com isso em mente, no sentido de acelerar o processo, resolveu agir por conta própria: pisou fundo no acelerador e seu automóvel precipitou-se despenhadeiro abaixo: só teve a escuridão do coma pela eternidade de um mísero instante.

E foi nesse fragmento de trevas que ele vislumbrou toda a vida que não teria.

Aliás, o estado vegetativo, como se diz, é apenas uma provocação às plantas. O homem é muito estúpido, se acha superior em tudo. Quando subiu na escala alimentar, mastigando a carniça que o tigre-dentes-de-sabre deixava nas pradarias, ele não imaginava a roubada em que estava se metendo: as toxinas da carne ativaram o cérebro, que começou a pensar, e virou um predador.

Vamos colocar as coisas da seguinte maneira: nada pode explicar um ato desses, a morte é uma coisa visguenta, pegajosa, indigna, absolutamente impossível; ela humilha, encolhe, ela ilumina a estupefação, estremece, distribui códigos de tortura; o assassino de verdade é escorregadio, volátil, um rato, um rato peludo com as patas em disparada entrando no primeiro buraco que aparece pela frente; ele avança dolorosamente até roçar as fronteiras do horror, lança-se na morte por mordedura, a morte mordida do rato; quando não há mais rato, o futuro cadáver se vê acua­do pela ausência, torna-se irredutível, torna-se infinito, pleno, cai-lhe a mordaça, então ele grita, mas ninguém ouve; o despojo humano – com o perdão da palavra! – explode em estilhaços e se torna igual a si mesmo, igual a seu silêncio.

O predador de si mesmo respira aliviado pela primeira vez, com a ilusão de ter assassinado o resto da Humanidade.

Não há rancor, não há o mínimo resquício de religiosidade ou satisfação, é um descampado, uma alameda sem árvores, sem sombra.

Mas deixemos isso de lado: vamos logo às alegorias de praxe: a mão de Leonardo acabou por estrangular a esposa infiel do executivo, o coração partiu-se em três ou quatro pedaços quando a jovem esposa do velho o deixou, o fígado do menino estourou numa cirrose hepática espetacular quando ele cresceu e percebeu a vida como ela é. Já o rim murmurou seus últimos momentos no corpo da mulher que esperava pela diálise na fila do hospital público. E as córneas... Na verdade, não se tem notícia do destino dessa imensidão leve, vazia por dentro e suave como uma criança, mas sabe-se que não deu em boa coisa, não.

A aflição foi enorme.

Tudo estava calmo e, de repente, a escuridão. O espírito do homem está em linha direta com sua alma, é difícil prever o que pode acontecer quando um homem vê através de outro homem, são janelas roubadas, são fendas meramente corporais que se corrompem com os anos, a criatura se fecha, há uma ingenuidade salgada & virgem, o langor nostálgico de um monarca destituído, toda a história do Universo se condensa em cristais de visão abissal.

Foi como um balão que subiu, subiu e incendiou-se perto das nuvens.

É compreensível, houve até algumas risadas.

Leonardo conseguira enfim provar sua tese, com distinção e brilho: o homem não dá certo nem depois de morto."

Furio Lonza é escritor, jornalista e dramaturgo, tendo publicado, dentre outros, 'Eric com o pé na estrada', 'Máquina de fazer doidos', 'As mil taturanas douradas', e 'História impossível'.

domingo, agosto 29, 2010

Psychotherapy

Num congresso de Psicologia, na comunicação de maior audiência, o congressista, psicoterapeuta, muito experiente e bem avaliado, diz (transcrito como me recordo):
_ A gente às vezes mostra caminhos ao paciente, indicando o melhor a ser feito, e o ''cara'' o realiza bem demais, obtendo enorme sucesso na sua questão pessoal. E a gente vai lá, analisa, sabe o que temos que fazer no nosso caso, aquilo também nos serve, mas não sabemos nos comportar como deveríamos!

Ossos do ofício? Ironias do destino? Análise deturpada?

Paciência

''Será que é tempo que nos falta pra perceber?''
Não sei... Mas eu sou insuportável, e o meu jeito de ter paciência está totalmente equivocado - me parece...

quarta-feira, agosto 18, 2010

quinta-feira, agosto 12, 2010

Inbetween Days

Without You...
So Hurt In That!

quarta-feira, agosto 11, 2010

You Oughta Know

Raising Ashes Grow Extreme, and I'm here to remind you... but I feel fine now!

domingo, agosto 08, 2010

Lucky Man/ Angel Mine

Chega em casa. Vai ao quarto e seu anjinho está deitado na cama. Parecendo dormir, abre os olhos, o enxerga e diz:
_Tato! Que bom que você chegou. Deita aqui! Me dá sua mão!
Depois disso, não há homeostase que não se restabeleça. O mundo chacoalha, as coisas parecem se encaixar por um instante. A poeira do mundo se abaixa, e por cima dela, a visão que se tem é a da coisa mais linda que existe! E aí não há lágrima suspensa que não se desintegre.
Nessas horas o mundo (e existir) é tão bom!

segunda-feira, agosto 02, 2010

Insomnia

"reading magazines and counting sheep to pass the time away
hoping that tomorrow's gonna bring a smile back home again
images of palm trees sway in the wind on south beach
takes me back to better days, summer rays, the everglades in june...
my brain, my poor brain...
drinking myself to sleep again
night nurse pills to keep me sane
drinking myself to sleep again
insomnia!"

domingo, agosto 01, 2010

Everyday Is Like Sunday

Rainy, dark and cold (sometimes) - Gotta be realistic!

Triste

Triste é viver na solidão; na dor cruel de uma paixão...

Can't Be With You

Lying in my bad again and I cry 'cause you're not here!

Ironic

"And isn't it ironic... don't you think?
A little too ironic? ... and yeah I really do think!"

Não Há Cabeça

E essa tristeza
Que o amor me deu
É a coisa mais bonita
Dentro do meu eu
Que bom, que bom
Que nunca vai haver talvez
Pra quem tudo na vida
Sentiu, disse e fez
Prefiro ficar só
Com minha ilusão
Que matar a esperança de amar
No meu coração

quinta-feira, julho 29, 2010

Know Who You Are At Every Age

Never loose ya!

Saudade

"A saudade faz sofrer; não precisa nem querer"...

quarta-feira, julho 28, 2010

Cassandra's Dream

A moral. E a ética. Ou o nada. Ou o tudo. Whatever...

terça-feira, julho 27, 2010

Wishful Thinking

O que eu acho é que eu tenho que não achar nada.
Não acho nada e pronto.
Só depois de muito tempo é que talvez eu possa achar.

segunda-feira, julho 26, 2010

Daqui Pra Frente

Que angústia desesperada...

quinta-feira, julho 22, 2010

The Hours

Como suportar as horas?

Coisas da Vida

"E a gente se olha e não sabe se vai ou se fica".

Because You Loved Me

"I'm everything I am because you loved me".

Just to register, anyway...

segunda-feira, julho 19, 2010

Magic Man

Wooowooow!

For sure!

Stars

"And you are always right

And my, you are so perfect

Take you as you are

I'll have you as you are

I'll take you as you are

I love you just the way you are

I'll have you just the way you are

I'll take you just the way you are"



SOMA!

Lazy Days

Lazy Days ...











... And You!

sábado, julho 17, 2010

Como Eu Quero

"Eu quero você - como eu quero"



E só vale o refrão! hehehe - Sem necessidade de retoque, dominação ou transformação! hehehe




sexta-feira, julho 16, 2010

Here With Me

... until you're resting here with me!

PERFECT YOU!

sábado, julho 10, 2010

Only You

De quem mais eu posso esperar algo a não ser de você que já está morta e de quem tenho a certeza mais que absoluta de que nunca me desapontará?

High And Dry

Compulsão maldita!

Joanita

video

As imagens falam por si sós!

Mas podemos nos indagar? O que será e o que tem sido de Joanita?

Como ela se sente vivendo essa vida?

O que teria Joanita a nos dizer? O que, meu Deus, o quê?

sexta-feira, julho 09, 2010

Bittersweet Symphony

"And there's nobody singing to me now"... lol

quinta-feira, julho 08, 2010

This Note Is For You

For you only! =)

Gimme 30

And that will be ok.
And that will be alright...

Só quero passar e ter minhas merecidas férias! Buááááááááaááááa´!

quarta-feira, julho 07, 2010

1963

It was January, 1963...

Past?

terça-feira, julho 06, 2010

Breathless

What a good sensation! wow!

常田

All The Way

"To find the truth inside yourself
And not depend on anyone"

Nada Tanto Assim

"Eu tenho pressa
Tanta coisa me interessa
Mas nada tanto assim..."

TDA? Ansiedade generalizada? Pós-modernidade? hehe

Quase Um Segundo

"Tive um sonho ruim e acordei chorando...
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?" ...

segunda-feira, julho 05, 2010

Off The Hook

Preciso sar um tempo off de algumas coisas... Por qual devo começar? hehe

Busca Vida

"E foi o princípio do fim!"
Quando exatamente?

domingo, julho 04, 2010

O Sol Nascerá

"Fim da tempestadade

O sol nascerá

Fim desta saudade

Hei de ter outro alguém para amar"

Southern Central Rain (I'm Sorry)

You are sorry (in your way)
And I'm sorry (in my way)
We're both sorry, then...

Meu Erro

"Eu quis dizer; você não quis escutar"...

Ironic

"A no-smoking sign on your cigarette break
It's like 10,000 spoons when all you need is a knife
It's meeting the man of my dreams
And then meeting his beautiful wife
And isn't it ironic... don't you think?
A little too ironic? ... and yeah I really do think!"

Some Girls Are Bigger Than Others

And some boys too!
Know ur place, man!

sábado, julho 03, 2010

Let's Go (Nothing For Me)

"There's something on your mind that i couldn't see
It didn't hurt me too much to find"

There's No If

"but it ends the day you understand

there is no if... just and"



E então, como já se sabia, desde muitos anos, é impossível chegar até o final (ou depois dele) sem verter ao menos uma lágrima...

Trash

Essa é boa, nessa hora, pra deixar a fossa menos densa (ou menos fedida) (ou menos escura) !

Waiting For Tonight

when you will be here in my arms... (?)

sexta-feira, julho 02, 2010

Disarm

"Disarm you with a smile..."



It was supposed to be!





Mas não com o sorriso apenas; também com toda a sua incrível formação humana no melhor dos sentidos!



E que erro (bem depois)...

Downtown Train

You wave your hand and they scatter like crows
they have nothing that will ever capture your heart
theyr'e just thorns without the rose
be careful of them in the dark
oh if I was the one
you chose to be your only one
oh baby can't you hear me now?

quarta-feira, junho 30, 2010

Catch

"Yeah I know who you remind me of
A girl I think I used to know
Yeah I'd see her when the days got colder
On those days when it felt like SNOW
You know I even think that she stared like you
She used to just stand there and stare
And roll her eyes right up to heaven
And make like I just wasn't there
And she used to fall down a lot
That girl was always falling
Again and again
And I used to sometimes try to catch her
But never even caught her name
And sometimes we would spend the night
Just rolling about on the floor
And I remember even though it felt soft at the time
I always used to wake up sore...
You know I even think that she smiled like you
She used to just stand there and SMILE
And her EYES would go all sort of far away
And stay like that for quite a while
And I remember she used to fall down a lot
That girl was always falling
Again and again
And I used to sometimes try to catch her
But never even caught her name
Yeah I sometimes even tried to catch her
But never even caught her name"

segunda-feira, junho 28, 2010

A Carta de Dora

Josué,
Faz muito tempo que eu não mando uma carta pra alguém. Agora eu tô mandando essa carta pra você. Você tem razão - Seu pai ainda vai aparecer e, com certeza, ele é tudo aquilo que você diz que ele é. Eu lembro do meu pai me levando na locomotiva que ele dirigia. Ele deixou, eu, uma menininha, dar o apito do trem a viagem inteira. Quando você estiver cruzando as estradas no seu caminhão enorme, espero que você lembre que fui eu a primeira pessoa a te fazer botar a mão no volante. Também vai ser melhor pra você ficar aí com seus irmãos. Você merece muito, muito mais do que eu tenho pra te dar. No dia que você quiser lembrar de mim, dá uma olhada no retratinho que a gente tirou junto. Eu digo isso porque tenho medo que um dia você também me esqueça. Tenho saudade do meu pai, tenho saudade de tudo.
Dora

Preciso me Encontrar

"Deixe-me ir, preciso andar;
Vou por aí a procurar;
Rir pra não chorar."

Às vezes é preciso. Sábio Cartola!

Amor


E eu acabei de ver o sorriso mais lindo do mundo bem na minha frente!
Eduarda, Eduarda... O seu "tchau"... Que beleza, minha linda!
Aí pensou o tio no nosso "last goodbye"... Melhor deixar, né, meu amor?
Te amo!

Gentileza

"Apagaram tudo
pintaram tudo de cinza
a palavra no muro ficou coberta de tinta
apagaram tudo
pintaram tudo de cinza
só ficou no muro tristeza e tinta fresca
nós que passamos apressados
pelas ruas da cidade
merecemos ler as letras e as palavras de Gentileza
por isso eu pergunto a você no mundo
se é mais inteligente o livro ou a sabedoria
o mundo é uma escola
a vida é um circo
'amor' palavra que liberta
já dizia um profeta"

Central do Brasil

Assim como a música trilha do filme...
É triste saber ler num país de analfabetos;
É triste ter o que comer num país de famintos;
É triste consumir a boa arte num pais de miseráveis;
É triste ter curso superior num país de grande evasão escolar;
É triste morar razoavelmente bem enquanto tem gente que vê a casa ir abaixo com a enxurrada;
É triste ter pai, mãe e família num país de tantos órfãos e crianças abandonadas;
É triste andar de carro no país dos semáforos e seus expoentes de miséria e desgraça;
É triste ter plano de saúde no país do SUS;
É triste ver a imprensa explorando a desgraça alheia;
É triste cobrir a pele e esquentá-la no inverno, enquanto alguns dormem na rua sob o frio;
É triste ser branco e ver os índios e suas subsistências, e ainda aguentar os coitados serem chamados de "vagabundos, preguiçosos, folgados, sujos e pinguços";
É triste ler a realidade sob a ótica de Foucault num país de alienados;
E é ainda mais triste ter a revelação da tristeza deste país, deste mundo e mesmo de mim!

E o mais triste, indigno e nojento, seria fazer panfletagem encima disto tudo!

Assim Assado

"Porque é preciso ser assim assado"

(Seja lá o que isso for. Você Sabe? - Inclusive eu também não sei, mas pelo menos eu estou aqui gritando...)

domingo, junho 27, 2010

Plainsong

Aí eu sonho com você; só nós dois, num local sombrio, frio, um vento devastador e a gente se protege sob um telhado de um calçadão urbano, plano, e mudos, assim como a cidade... Me parecia inverno.

Lonesome Tonight

"A heart who's left at home becomes a heart of stone"

Damned homeworks. Hate them!

Sublimar é o que há, meu caro!

No Aeroporto

"Ele diz que está tão triste e só"...

E pra onde é o voo?

1.8

A não ser com quem gosta de mim...
Tão veloz que o amor não morreu por um triz...

Mercy Street

let's take the boat out
wait until darkness
let's take the boat out
wait until darkness comes...

COLD!

sábado, junho 26, 2010

sexta-feira, junho 25, 2010

Without You

Tá difícil ficar aqui assim sem você...

quarta-feira, junho 23, 2010

O Doce e o Amargo

"Beber o suco de muitas frutas
O doce e o amargo
Indistintamente
Beber o possível"

Tudo Por Nada

É muito dura a dor da Extinção após CRF! hehe

No Meio da Rua

"De vez em quando ela dorme no chão
Achando a cama muito mole
Eu moro mesmo no meio da rua
Prá mim a vida é dura
Mas meu teto tem estrelas
E no alto um disco voador
Voando sobre o mar
Mudando de lugar
Querendo me levar prá outro mundo..."

E sozinha, porque hoje ele ainda não apareceu

domingo, junho 13, 2010

The Reasons Why

"Aquela esperança que fica machuca mais que qualquer outra coisa"

Eder's knowledge and wisdom!

Eu Sei

"Sexo verbal não faz meu estilo" - (depende) hehehe

"Mas não não vá agora - quero honras e PROMESSAS" ("Promessas para um idiota" - ótimo título para um filme também idiota - que melhor seria se não fosse dirigido e nem atuado por outros idiotas)
Basta de idiotas!

Delicate

Those virtual romances, they ain't no good... Remember the last, and the last before the last and... and...Remember!

sexta-feira, junho 11, 2010

Book & A Cover

What's that they told you
About a book & a cover?
Don't judge so quickly,
Is it too much too remember?
'cause pictures lie,
You know.
I'll showIt's so.
Just give it one thought.
What's that they taught you?
To revere a kind of beauty?
To paint on that pretty veneer
And try to hide whatever's dirty?
Well, faces lie.
You'll see
No sympathy.
Just give it one thought.
Come here and I will whisper true
About the things I know of you,
And you will recognize them,
Always...
As near to you as breath and bone,
So dear to me, and yours alone,
And I will love you for them,
Always...
What's that they tell you
About a book & a cover?
Don't judge so quickly.
They'll tell you one thing and then another.
But see what lies
Within,Under the skin.
Just give it one thought.

Ever Fallen In Love

In love with someone You shouldn't have fallen in love with...
Littel Mother of The Sky, quando é que eu vou aprender que a história não pede bis e que marca do passado é cicatriz?
Por que não posso aprender por punição? Tá tão difícil um reforço...
What am I supposed to do?
Tell, anyone, please!

Goin' Home

Vincent: "Maybe I'm not leaving. Maybe I'm going home".
Jerome: "I'm travelling too".
Me: "Dont hold the cry, guy, don't hold the cry".

GATTACA

domingo, junho 06, 2010

Meu Pai, Meu Irmão

Meu Pai, Meu Irmão
Nunca estou suficientemente bão
Meu Pai, Meu Irmão
E pelejo, e pelejo só com a força que eu tenho
Meu pai
E luto, e luto só com carne e com osso
Meu irmão
A luta que eu sei lutar
Meu Pai, Meu Irmão

Seria bão ser bão nisso de ficar quieto
De não dar na vista quando quebro os ossos com os dedos da minha mão
Quando soco as paredes...

quinta-feira, maio 27, 2010

Cuyahoga

This is where we walked; this is where we swan...
This is where they walked; this is where they swan...
Take a picture here; take a souvenir

Faster than I thought...It did make sense...

Cuyahoga gone

sábado, maio 15, 2010

Maybe Tomorrow

So maybe tomorrow...

Thank U

Dever cumprido. Lições aprendidas. E muito reforço positivo! Valeu, CPAC!

ジョズィ、
バナコ、
ニオネ、
シルヴィア、
どうもありがとう!

sexta-feira, maio 14, 2010

Turn Turn Turn

Aprendizado duro. Lição dura... Muitas lições ainda para esse aprendizado...
Mas se espera a aprendizagem efetiva um dia.


静雄さん、どうもありがとうございます
シルヴィア先生、どうもありがとうございます
光団体、 どうもありがとうございました
サンセイ団体、 どうもありがとうございました


何時も頑張ってね!

terça-feira, maio 04, 2010

Swimming

A Single Man...
The Scene At The Sea...
So Beautiful film!

domingo, maio 02, 2010

Ceremony

"This is why events unnerve me,
They find it all a different story,
No concern for wheels are turning,
Turn again and turn towards this time,
All she asks the strength to hold me,
Then again the same old story,
Word will travel, oh so quickly,
Travel first and lean towards this time.
Oh, I'll break them all, no mercy shown,
Heaven knows, it's got to be this time,
Watching her, these things she said,
The times she cried,
Too frail to wake this time.
Oh I'll break them down, no mercy shown
Heaven knows, it's got to be this time,
Avenues all lined with trees,
Picture me and then you start watching,
Watching forever, forever,
Watching love grow, forever,
Where did he go?"

Watching what? Me? Why? What for? The same old story? Sick of it all!
Marie Antoinette time... You in mind.

domingo, abril 25, 2010

Walking After You

The X-Files
1998
Cine Londrina
The entirely day...
The blonde jap...
Everything...
Memory...
Rescued...
The Movie.
And then 2006/7... What's the connection?

terça-feira, abril 20, 2010

Talvez Assim Seja (The Golden Path)

"Por outro lado, estou hoje um pouco cansada e é sobre o prazer do cansaço dolorido que vou falar. Todo prazer intenso toca no limiar da dor. Isso é bom. O sono, quando vem, é como um leve desmaio, um desmaio de amor. Morrer deve ser assim: por algum motivo estar-se tão cansado que só o sono da morte compensa. Morrer às vezes parece um egoísmo. Mas quem morre às vezes precisa muito. Será que morrer é o último prazer terreno?" CL, de novo! rs

quarta-feira, abril 14, 2010

I Am Mine

I know I was born and I know that I'll die
The inbetween is mine
I am mine

segunda-feira, abril 12, 2010

Don't Go Away

A cold and frosty morning... 1998...2010...

"Damn my situation
And the games i have to play
With all the things caught in my mind
Damn my education
I can't find the words to say
About the things caught in my mind
I don't wanna be there when you're coming down
I don't wanna be there when you hit the ground
So don't go away
Say what you say
But say that you'll stay
Forever and a day
In the time of my life
'Cause i need more time
Yes, i need more time just to make things right"

Something About Us

Cold... Computer Screen... Angst... Wind... Angst! Fuck!

sábado, abril 10, 2010

Estudar Pra Quê?

Quem faz meu currículo e determina o meu "topo" sou eu, bando de merd*.

Hang On To Your Ego

O id, o ego, o superego, o insconsciente, o pré-consciente, o consciente, o perceptivo, o ego corporal, o self, a superfície... Quanta coisa... hehe... Sabadão com Freud.

There's A Light That Never Goes Out...

Playing on a movie, on the tv... can it be any more romantic? :)

segunda-feira, março 29, 2010

The Ghost In You

So many ghosts...
Some of them are waek
Some strong
Some take over
Some don't...
The ghosts in me.

The Whole Of The Moon

You saw the whole of the moon
A mais pura associação de estímulos
Qual o significado da visão?

domingo, março 21, 2010

Everybody's Changing

E mudam tão de repente. Coisa de segundo... Aí não tem análise funcional que nos dê conta do evento e não nos transporte ao paradigma S-R. Hahahaha...
Bom, de qualquer modo, a gente tenta acompanhar a mudança, né...

Dreams

Uma vez; dois meninos. Eles se amaram, com o passar do tempo.
Também com o passar dos anos, e seguido de alguns eventos - os quais convém aqui não detalhar, eles deixaram de se amar. Ou pelo menos foi isso que pareceu. Não se contava na época com um aparelho que radiografasse sentimentos tão íntimos.
De qualquer forma, o que importa nessa história - ou o que deveria importar mais - é que hoje um deles sonhou com o outro. O último, é claro, participara involuntariamente desta narrativa.
Na narrativa, o primeiro encontrara o último (ou o segundo) na calçada de seu apartamento. Convidado pelo segundo, os dois subiram. A esperança latejava nos corações de ambos. Esperança do quê? A narrativa continua... Bem, adentrando a moradia que há anos atrás servira de cenário a tanto amor, mudanças à vista - mudanças que o próprio sonho indomável do sonhador tratou de inventar.
Porém, entre os dois, aquela coisa que se chama esperança no olhar. Eles se olhavam, e do olhar surgiram as primeiras palavras. No começo, aquelas palavras ditas de função fática; mais ao final, aquelas palavras com função de amar. E foi assim, por intermédio das palavras, que passaram ao ato de amar propriamente dito. Este, com muitas variações, no caso do caso narrado, resumia-se a toques de muito carinho, a tateações que no pensamento de cada um diziam: "Devo ou não devo?"; "Posso ou não posso?"; "Que delícia que vai ser se eu fizer assim!".
E assim as coisas continuaram. Só o primeiro, autor inconsciente e ao mesmo tempo ator do sonho é que poderia detalhar melhor. Já quase ao final do sonho, tendo os dois tratado de tratar uma reconciliação e ensaiar um retorno àquilo que chamavam "namoro" - visto que declararam ambos sentir saudades daquela época e também do que se sentia naquela época.
Como todo sonho, mesmo que o autor (e neste caso também o narrador) insista em fazê-lo continuar, numa tentativa desesperada de não acordar, a realidade do mundo material se impôs e o que era sonho ficou sendo somente um sonho.
Mas, mesmo tendo ficado agora uma memória de um sonho sonhado com bastante sonho nele impregnado, o dia do que dormia não seria mais de paz interna. Até que viria a próxima noite; o próximo sonho e a próxima manhã.

quarta-feira, março 17, 2010

The Chase Is Better Than The Catch

You've caught me at a bad time
So why don't you piss off?

terça-feira, março 16, 2010

I'm In Love

"Everywhere I go, everything looks strange

These people talk to me, but I don't know their names

I've got to get back home, yeah...

I've got to get back home, yeah...

I've got to get back home 'cause I'm in love!"



You messed with me, boy... Dunno why, but you did... I mean, I guess I do know why... LOL! hahaahah

terça-feira, março 09, 2010

Dancing Barefoot

Here I go and I don't know why
I Spin so ceaselessly
Could it be he's taking over me?

I was dancing barefoot...

domingo, fevereiro 28, 2010

Out Of Control

And in the end: "Give me some substance"... LMAO

Left Behind

Hoje eu sou o DJ de mim mesmo... How sad! My friends...

sábado, fevereiro 27, 2010

The Same Deep Water As You

"É assim que se escreve? Não, não é acumulando e sim desnundando. Mas tenho medo da nudez, pois ela é a palavra final".

"Pois há momentos em que a pessoa está precisando de uma pequena mortezinha e sem ao menos saber".

"Os que me lerem, assim, levam um soco no estômago para ver se é bom. A vida é um soco no estômago".

"Tanto estava viva que se mexeu devagar e acomodou o corpo em posição fetal. Grotesca como sempre fora. Aquela relutância em ceder, mas aquela vontade do grande abraço. Ela se abraçava a si mesma com vontade do doce nada. Era uma maldita e não sabia. Agarrava-se a um fiapo de consciência e repetia mentalmente sem cessar: eu sou, eu sou, eu sou. Quem era, é que não sabia. Fora buscar no próprio profuundo e negro âmago de si mesma o sopro de vida que Deus nos dá" - A HORA DA ESTRELA CHEGARA.

CL, é claro.

Untitled (yet)

"É necessário chegar a tal nada que indiferentemente se ame ou não se ame o criminoso que nos mata" - CL.

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Tender

Hoping for a life with moments of real tenderness....

domingo, fevereiro 21, 2010

Phone Call

Muito triste a luz perdida em focos sem o seu objeto. - Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças.

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Clonazepam

My perfect drug! lol!

quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Dakota

The song, simply that - the song!

"Wake up, cold coffee and juice
Remembering you - what happened to you?
I wonder if we'll meet again
Talk about life since then
Talk about why did it end?"

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Shellshock

No words, I think... God!

U Learn

U live, u learn
U love, u learn
U cry, u learn
U lose, u learn
U bleed, u learn
U scream, u learn...

Quantos aprendizados duros, marcados por tantas punições... Onde estão os meus reforçamentos? hehe

quinta-feira, fevereiro 11, 2010

Ando Meio Desligado

Eu nem sinto meus pés no chão...

terça-feira, fevereiro 02, 2010

O Peso Das Coisas

Sinto o peso das coisas e o ar dentro de mim...
Mostra que ainda existo - ao menos me sinto assim
Aos domingos não te vejo
O mundo é ruim...




アイチ
子供
家族
淋し

segunda-feira, janeiro 25, 2010

Polly

Polly come home again...

domingo, janeiro 24, 2010

Quase Nada

De você sei quase nada...

グスタヴォ
サォン ジョセ一 ド リオ プレト
きもちがよかった!

sábado, janeiro 23, 2010

Stop Crying Your Heart Out

"I wonder how some people can be such a necessary part of one's life one day and simply vanish the next".

Mixed Emotions

I'm not the only one...
How can it be? Lord!
Emotions emotions...

quinta-feira, janeiro 14, 2010

O Amor Em Pedaços

Vivemos sob o mesmo teto
Um amor pode durar um século
Tudo foi um grande engano
Nosso amor só durou um ano
Vamos nos ver outra vez?
E o amor se acabou em um mês
O tempo voa
Quando se ama e nem notei a semana passar
A vida começou
No dia em que a gente se encontrou
E o tempo parou
Falei o que não devia
Nosso amor durou só um dia
Ele riu, mas agora chora
Seu amor se acabou nessa hora
O tempo voa
Quando se ama e nem notei a semana passar
A vida começou
No dia em que a gente se encontrou
E o tempo parou
Pra onde vai tudo o que se sente?
Eu só voltei pro amor durar pra sempre
Você fala, e eu não mais te escuto
Nosso amor não passou de um minuto
Ele deu um suspiro profundo
E o amor parou por um segundo
O tempo voa
Quando se ama e nem notei a semana passar
A vida começou
No dia em que a gente se encontrou
E o tempo parou

quarta-feira, janeiro 13, 2010

This Wasn't Supposed To Happen

Metendo os pés pelas mãos quase sempre, me parece... shit!

sexta-feira, janeiro 08, 2010

It's Not Up To You

...it could still happen...
It's not up to you... well it never really was...

Simples Desejo

Hoje eu só quero que o dia termine bem...
Vontade de fugir... Mas pra onde nesse labirinto?

quarta-feira, janeiro 06, 2010

Vanishing Point

Tears of joy and tears of sorrow...
My life ain't no holiday, I've been thru the point of no return...
Feel your heartbeat lose the rhythm...
By the look at his face, he never gave in...

sábado, dezembro 26, 2009

Flagra

コオヒイ。。。 気持ちがいい

terça-feira, dezembro 22, 2009

Love Is The Drug

As a psychologist I wonder: what kinda addiction is that?

sábado, novembro 28, 2009

A Palo Seco

Paixão à primeira audição!
Juventude em 1973!

domingo, novembro 15, 2009

Quase

Ela é quase tudo que sonhei
E eu sou quase aquilo que sempre evitei
E falhei, sim, falhei

Quase um amor
Quase um caminho
Que me deixou
Quase sozinho
E quase que fiquei contente
Fui feliz pra sempre no dia em que eu
Quase conquistei seu coração

E apesar de ter ficado quase um ano quase morto de paixão
Hoje já estou, realmente já estou, hoje já estou quase bão!

Eita nóis!

Medo de Amar

Ter medo de amar não é ser feliz...

segunda-feira, novembro 02, 2009

Todo Errado

Psicótico, neurótico, todo errado
Só porque eu quero alguém que fique 24 horas do meu lado...

Stand By Me

"Nobody knows the way it's gonna be..." - There's no hope anymore... It happens... What could I do, hun? Nothing else.

Desculpe O Auê

This fucking feeling called passion...lol.... Esqueça...

domingo, novembro 01, 2009

Take Me Home

Every minute, every hour is a chance to change
Life is beautiful and terribel and strange...

quarta-feira, outubro 21, 2009

You Only Tell Me You Love Me When You're Drunk

Can't be waiting 'till you get drunk!

Rol

... Hoje eu vou entrar pro rol dos que não têm medo do ridículo
Eu vou escrever uma carta...

O que geralmente se ganha com isso? Geralmente nada além do que ganharia sem isto.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Medo da Chuva

Como as pedras imóveis na praia
Eu fico ao teu lado sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E não pude viver

Eu perdi o meu medo
Meu medo, meu medo da chuva
Pois a chuva voltando pra terra
Traz coisas do ar
Aprendi o segredo
O segredo, o segredo da vida
Vendo as pedras que choram sozinhas no mesmo lugar

Mas quais são/foram/serão as oportunidades perdidas? Diz, Raul! hehehe
E o medo que não passa, hein, Raul?
E a obssessão maldita, Raul? Me explica!

Ouro de Tolo

Eu tenho uma porção de coisas grandes pra conquistar, e eu não posso mais ficar aí parado...

domingo, outubro 11, 2009

Still

I still...

Can't Cry Anymore

Clomipramina e Alprazolam. A mistura perfeita pra isto.

Everybody's Gotta Learn Sometimes

Eternal Sunshine Of The Spotless Mind - "Se você tenta esquecer o passado, ele volta" - Spinoza.

segunda-feira, outubro 05, 2009

Rondo do Capitão

Bão Balalão
Senhor Capitão
Tirai este peso
Do meu coração

Não é de tristeza,
Não é de aflição.
É só de esperança,
Senhor capitão!

A leve esperança,
A aérea esperança...
Aérea, pois não!

Peso mais pesado
Não existe não
Ah,livrai-me dele,
Senhor capitão!

You Learn

And life goes on... But it still hurts!

domingo, outubro 04, 2009

domingo, setembro 27, 2009

I Try

Uma tentativa de catarse, uma identificação cruel com o que se passa... Sentimento um pouco mais amenizado, mas ainda assim cortante...

"Games, changes and fears
when will they go from here?
When will they stop?
I believe that fate has brought us here
And we should be together, babe
but we're not.

I play it off but I'm dreaming of you
I'll keep my cool but I'm feeling

I try to say good-bye and I choke
I try to walk away and I stumble
though I try to hide it, it's clear
My world crumbles when you are not near
good-bye and I choke
I try to walk away and I stumble
though I try to hide it, it's clear
my world crumbles when you are not near

I may appear to be free
but I'm just a prisoner of your love
I may seem alright and smile when you leave
but my smiles are just a front
I play it off but I'm dreaming of you
I'll keep my cool but I'm feelin
I try to say good-bye and I choke
I try to walk away and I stumble
though I try to hide it, it's clear
my world crumbles when you are not near

Good-bye and I choke
I try to walk away and I stumble
though I try to hide it, it's clear
my world crumbles when you are not near

Here is my confession: may I be your possession?
Boy I need your touch
Your love kisses and such
with all my might I try
but this I can't deny,deny
I play it off but I'm dreaming of you
I'll keep my cool but I'm felling

I try to say good-bye and I choke
I try to walk away and I stumble
Thought I try to hide it, it's clear
my world crumbles when you are not near"

Battlefield

It can't be like that, please, no. Don't wanna believe it's like that. Love cannot be a battlefield.

Karma Police

This is what you get when you mess with "love"...
I kinda lost myself 2...
trash

I Don't Wanna Fight

Cansado. Bem cansado...

sábado, setembro 26, 2009

Feel The Pain

Almost like that, and so fucking hard 2 stand!

Miss Misery

So hard to stand sometimes, most of the time indeed.

Obsessions

Obsessions in my head
Don't connect with my intellect
It's called obsession
Can you handle it?

On The Other Side

I hate them all and I hate myself for hating them.

sexta-feira, setembro 25, 2009

O Tempo Não Pára

Cansado de correr na direção contrária...

quarta-feira, setembro 23, 2009

Sweetest Thing

The real sweetest thing!
So lovely!

segunda-feira, setembro 21, 2009

Untitled (yet)

"- Nós comemos Petronilha.
A menina era uma criatura de grande capacidade de amar: uma galinha não corresponde ao amor que se lhe dá e no entanto a menina continuava a amá-la sem esperar reciprocidade. Quando soube o que acontecera com Petronilha passou a odiar todo o mundo da casa, menos sua mãe que não gostava de comer galinha e os empregados que comeram carne de vaca ou de boi. [...]
Pedrina, secretamente a preferida da menina, morreu de morte morrida mesmo, pois sempre fora um ente frágil. A menina, ao ver Pedrina tremendo num quintal ardente de sol, embrulhou-a num pano escuro e depois de bem embrulhadinha botou-a em cima daqueles grandes fogões de tijolos das fazendas das minas-gerais. Todos lhe avisaram que estava apressando a morte de Pedrina, mas a menina era obstinada e pôs mesmo Pedrina toda enrolada em cima dos tijolos quentes. Quando na manhã do dia seguinte Pedrina amanheceu dura de tão morta, a menina só então, entre lágrimas intermináveis, se convenceu de que apressara a morte do ser querido.
Um pouco maiorzinha, a menina teve uma galinha chamada Eponina.
O amor por Eponina: dessa vez era um amor mais realista e não romântico; era o amor de quem já sofreu por amor. E quando chegou a vez de Eponina ser comida, a menina não apenas soube como achou que era o destino fatal de quem nascia galinha. As galinhas pareciam ter uma pré-ciência do próprio destino e não aprendiam a amar os donos nem o galo. Uma galinha é sozinha no mundo.
Mas a menina não esquecera o que sua mãe dissera a respeito de comer bichos amados: comeu Eponina mais do que todo o resto da família, comeu sem fome, mas com um prazer quase físico porque sabia agora que assim Eponina se incorporaria nela e se tornaria mais sua do que em vida. Tinham feito Eponina ao molho pardo. De modo que a menina, num ritual pagão que lhe foi transmitido de corpo a corpo através dos séculos, comeu-lhe a carne e bebeu-lhe o sangue. Nessa refeição tinha ciúmes de quem também comia Eponina. A menina era um ser feito para amar até que se tornou moça e havia os homens."

Clarice Lispector - como não poderia deixar de ser.

domingo, setembro 20, 2009

Alarmed

sorriso aberto
momento singelo
tempo eterno

Save Me (O Homem que Apareceu)

"E seus olhos se encheram de lágrimas. Eu disse:
_ Seja homem e chore, chore quanto quiser; tenha a grande coragem de chorar. Você deve ter muito motivo pra chorar.
_ E eu aqui, bebendo café e chorando...
_Não importa, chore e faça de conta que eu não existo.
Ele chorou um pouco" [...]
"_ Se um dia eu me suicidar...
Você não vai se suicidar coisa alguma, interrompi-o. Porque é dever da gente viver. E viver pode ser bom. Acredite.
Quem só faltava chorar era eu" [...]

Computer Love

Computer love
Computer love

Another lonely night
Stare at the TV screen
I don't know what to do
I need a rendezvous

Computer love
Computer love

I call this number
For a data date
I don't know what to do
I need a rendezvous

Computer love
Computer love

terça-feira, setembro 15, 2009

Comfortably Numb

Can you show me where it hurts?

When I was a child I had a fever
My hands felt just like two balloons
Now I've got that feeling once again
I can't explain, you would not understand
This is not how I am
Ahhh!... I have (not) become (no) comfortably (no) numb

I wish I was numb somehow

segunda-feira, setembro 14, 2009

Cut Here

Keep on making the same mistake
keep on aching the same heartbreak
I wish "if only... "
But "if only... "
Is a wish too late...

Boys Don't Cry

So I try to laugh about it...

Tonight Tonight

believe in me as i believe in you, tonight

1979

And I don't even care to shake these zipper blues
And we don't know just where our bones will rest
To dust I guess
Forgotten and absorbed into the earth below

sexta-feira, setembro 11, 2009

Get Your Filthy Hands Off My Desert

Get Your Filthy Hands Off My Mind

quarta-feira, setembro 09, 2009

Lonesome Tonight

A heart that's left at home
Becomes a heart of stone

domingo, setembro 06, 2009

O Sol

Just the sad guitar and violine...

悲しい

2 Perdidos Numa Noite Suja

Mas se eu já me perdi
Como vou me perder
Se eu já me perdi
Quando perdi você?
Mas se eu já te perdi
Como vou me perder?

I Want Candy

Not easy 2 leave all that junkie behind

sexta-feira, setembro 04, 2009

quinta-feira, setembro 03, 2009

Just Do It

Just do it do it do it cause you want it
Just do it do it do it cause you like it
Do it do it do it cause you feel it

Just change it change it change it cause you want it
Just change it change it change it cause you like it
Change it change it change it cause you feel it

terça-feira, setembro 01, 2009

Um Dia Um Ladrão

Mas tenho o sangue vulgar, volto a ficar perto demais pra enxergar!

This Love

This love
This love is a strange love
A faded kind of mellow
This love

This love
I think I'm gonna fall again
And even when you held my hand
It didn't mean a thing, this love

This love
Now rehearsed we stay, love
Doesn't know it is love
This love

This love
It hasn't have to feel love
It hasn't need to be love
It hasn't mean a thing
This love

This love loves love
It's a strange love, strange love
This love

This love
This love is a strange love, strange love
I'm gonna fall again
It doesn't mean a thing
Think I'm gonna fall again
This love

Be Strong Now

You've got to be strong now

Human

"I'm only human on the inside"...
Hehe

sexta-feira, agosto 28, 2009

Saber Amar

Saber amar
É saber deixar alguém te amar

domingo, agosto 23, 2009

Just Like Heaven

You soft and only
You lost and lonely
You just like heaven!

Space Oddity

Ground control to Major Tom
Ground control to Major Tom
Take your protein pills and put your helmet on

What a hell is going on?
Where da fuck in that catarsis?
You shall not need it if you be strong!

sábado, agosto 22, 2009

I Wanna Be In Love

I fear it. I hate it and I gotta control it!
"[...] E, mesmo, quem já não desejou possuir um ser humano só para si? O que, é verdade, nem sempre seria cômodo, há horas em que não se quer ter sentimentos [...]" - Clarice Lispector. Uma voz mais "abalizada" a revelar aquilo que muitos de nós sentimos.
E mais: "E então ela estava rindo. Era um riso como somente quem não fala, ri. Esse riso, o explorador constrangido não conseguiu classificar. E ela continuou fruindo o próprio riso macio, ela que não estava sendo devorada. Não ser devorado é o sentimento mais perfeito. Não ser devorado é o objetivo secreto de toda uma vida. Enquanto ela não estava sendo comida, seu riso bestial era tão delicado como é delicada a alegria. O explorador estava atrapalhado [...]"
Como se já não fosse suficiente: "Há um velho equívoco sobre a palavra amor, e, se muitos filhos nascem desse equívoco, tantos outros perderam o único instante de nascer apenas por causa de uma suscetibilidade que exige que seja de mim, de mim! que se goste, e não de meu dinheiro. Mas na umidade da floresta não há desses refinamentos cruéis, e amor é não ser comido, amor é achar bonita uma bota, amor é gostar da cor rara de um homem que não é negro, amor é rir de amor a um anel que brilha. [...]"
E ainda não dá para calar-se:
"Disfarçou ajeitando melhor o chapéu de explorador, corou pudico. Tornou-se uma cor linda, a sua, de um rosa-esverdeado, como a de um limão de madrugada. Ele devia ser azedo.Foi provavelmente ao ajeitar o capacete simbólico que o explorador se chamou à ordem, recuperou com severidade a disciplina de trabalho, e recomeçou a anotar. [...]"

quinta-feira, agosto 20, 2009

Digital Love

Why don't you play the game?
Waiting for some more...

terça-feira, agosto 18, 2009

Happy Birthday

Mais um ano de vida? - Mentira. É menos um! hahaha
Happy birthday anyway!

domingo, agosto 16, 2009

Fake Plastic Trees

If I could be who you (I) wanted
But I can't be one of those trees

terça-feira, agosto 11, 2009

Falling

Despite everythig and maybe with nothing else to mean, this is a so cute lyric and an awsome song:

"Don't let yourself be hurt this time
don't let yourself be hurt this time

then i saw our face
then i saw your smile

the sky is still blue
the clouds come and go
yet something is different
are we falling in love?

don't let yourself be hurt this time
don't let yourself be hurt this time

then your kiss so soft
then your touch so warm

the stars still shine bright
the mountains still high
yet something is different
are we falling in love?

falling, falling
falling, falling in love

falling, falling
falling, falling in love"

by David Lynch

quinta-feira, agosto 06, 2009

Leaving Las Vegas

And I? What am I supposed to leave? To leave behind?

quarta-feira, agosto 05, 2009

Vida Imbecil

Eu levo uma vida imbecirl zanzando atrás do que é bão...

terça-feira, agosto 04, 2009

Wise Up

"So just give up!" - A good advice for these days...

Halo

Censored!

domingo, agosto 02, 2009

Bizarre Love Triangle

I'm not sure what this could mean

I don't think you're what you seem

Kiss The Rain

Feed the pain...

sábado, agosto 01, 2009

On Fire

"My opinion could change today, but I’m responsible anyway
For second or third hand information
That complicates the complication
And I don’t think before I speak
And I don’t know how far my words reach
So wrong nearly every time, that I’m sorry I speak my mind
If what I said was unkind
Now it feels like I’m on fire
It’s burning the world through
But don’t hold it against me, ‘cuz I know you’re lying, too
Is there any need for apology? There’s no reason to believe
Judgments born in my jealous mind, creeping inside outside
Connections I’ve made never follow through
And sooner or later disappoint you
Or cross you twice when your back is turned, that’s how I’ve learned
That someone has got to be burned
Now it feels like I’m on fire, these words are not the truth
But don’t hold it against me, ‘cuz I know you’re lying, too
Feels like I’m on fire, it’s burning the world through
Don’t let me fall without someone to hold on to
Someone to hold to, someone to hold on to"

Just read and reminded...

Metade (Laços de Família)

_ Quer guaraná?
_ Não, mãe. Obrigado - Que hora é?
_ Dez e meia.
(E dentro do peito?)

Mint Car

... O problema foi a resposta. Alguma coisa que tava aqui e que eu só imagino o que seja... Ter de dominá-la novamente é boring... hehe

Honestly

Quero um ombro, pra chorar... E depois sorrir... E depois ser feliz.

Blowin' In The Wind

Which answer? Which question? So many...

sexta-feira, julho 31, 2009

Hole In My Soul

In luv... back to 1998

quinta-feira, julho 30, 2009

Say It Ain't So

My love is so hard to show.

segunda-feira, julho 27, 2009

Spoc

Não basta ser sincero, ter caráter, ser honesto
Gotta work like Kirk e o Vulcano
Oh, meu Deus, quanta luta, quanta luta, quanto treino
E insistindo e brigando
Quanta força, e doendo
Oh, meu Deus, Oh, meu Deus, Oh, meu Deus.

Spoc, me arruma um trabalho menos estranho!

sábado, julho 18, 2009

Never Enough

Whatever I do is never enough

She Works Hard For The Money

So hard for the money.

quinta-feira, julho 16, 2009

Burguesia

A burguesia fede...
Enquanto houver burguesia, não vai haver poesia!
Ixi... fiquei Cheniano agora?
Hahahaha
Luiz tosco.

Aurora

The need is great...

quarta-feira, julho 15, 2009

All I Need

Frozer River - Fucking awesome film... and what an end!
Catarsis...

terça-feira, julho 07, 2009

I Don't Think So

In the morining it's the last time that I saw her face in that special way
Without a warnin' She pulled every trick to name a few
What was I supposed to be
I'd like to think she cried for me
But I don't know
Her memories won't let me be
Just can't let go
In the morining Is when I think about her
Could it be she cried for me?
I don't think so In the evening

Poema

Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro alguém com o seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança do tempo que eu era ainda criança e o medo era motivo de choro, desculpa pra um abraço ou consolo
Hoje eu acordei com medo, mas não chorei, nem reclamei abrigo
Do escuro, eu via o infinito sem presente, passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo, era uma coisa sua que ficou em mim e que não tem fim
De repente, a gente vê que perdeu ou está perdendo alguma coisa morna e ingênua que vai ficando no caminho, que é escuro e frio, mas também bonito porque é iluminado pela beleza do que aconteceu há minutos atrás... Hum, hum, hum

Kick

What is it, what is it
that keeps me hanging around your door?
what is it, what is it
that keeps me hanging around for some more of your love ?
New horizons, brand new shores
keep me heading down highways, making it now
We found the last time I'm sure
She's gonna kick up a storm and never want to let me go
I'm not worried, no - I'm not worried, no
I'm not worried at all
I'm not worried, no - I'm not worried, no
I'm not worried at all
Not at all

...What is that?
I try to think about it...

terça-feira, junho 30, 2009

Casa No Campo

Eu quero uma casa no campo [...]
Eu quero a esperança de óculos [...]
We all want.

segunda-feira, junho 22, 2009

Bad Day

"It's been a bad day, plz don't take a picture..."
External, internal ambient? Behaviours? Any substance missing?
What have I done wrong?

terça-feira, maio 26, 2009

Gimme Shelter

It feels like the world is missing its floor.

domingo, maio 17, 2009

Human Behaviour

Was Björk right?
Don't think so anymore...
Skinner...

Vida Diet

... Me acostumei ao pão light, à vida sem gás, o meu café tomo sem açúcar...

Boa Noite Brasil

Quando o intervalo acabou
Eu não sei se o senhor notou
O seu rosto estava cheio de uma fúria
Os seus olhos cheios de uma dor
E ao se despedir do telespectador disse:
"Boa noite, Brasil! Vá pra puta que o pariu!"

terça-feira, janeiro 20, 2009

The Hardest Part

The hardest part was letting go...
was the hardest start...

quarta-feira, outubro 15, 2008

All Cats Are Grey

In the caves
All cats are grey

segunda-feira, agosto 18, 2008

Birthday

Today is a birthday
They're smocking cigars
He's got a chain of flowers
And sows a bird in her knickers

terça-feira, julho 15, 2008

Uniformes

"E quantos uniformes ainda vou usar
E quantas frases feitas vão me explicar
Será que um dia a gente vai se encontrar
Quando os soldados tiram a farda pra brincar?"

Os Outros

"Depois de você, os outros são os outros e só"

Just to register anyway!

quinta-feira, julho 03, 2008

I Just Don't Know What To Do With Myself

That's not too serious but, I just should wise up! I really should!

quarta-feira, junho 25, 2008

Lorelei

La, la, la, ra, la, ra...

domingo, junho 22, 2008

Pro Dia Nascer Feliz

Me dê de presente o teu bis
Pro dia nascer feliz!

Coragem, Coração

Se joga que eu te dou a minha mão!

Divino Maravilhoso

Atenção!

Veja Bem, Meu Bem

Enquanto isso...

Inclassificáveis

Inclassificáveis, Inclassificáveis!

Coisas da Vida

E tanta coisa pra ontem...

Por Que A Gente É Assim?

Opa! hehe

Lema

Non stop!

Sea

Y que sea lo que será!

Mente, Mente

Whoa!
No words!

Novamente

Let's enjoy!

sábado, junho 21, 2008

Um Pouco de Calor

Thanx, Ney!

Mal Necessário

Ney, Ney... Show perfeito! Meu Deus!
Que afinação!
Que presença!
CAralho...!!!
Thanx, Marcos!

segunda-feira, junho 16, 2008

Little Mother Of Sky

Little mother of sky, quando é que eu vou aprender, little motther of sky, que a história não pede bis?
Fudeu! hehe

sábado, junho 14, 2008

Regret

Just wait till tomorrow
I guess that's what they all say

sábado, abril 12, 2008

Gi, hoje é o silêncio.
Um super beijo, amiga do meu coração!
Muito obrigado por todo amor que você me deu!
A gente aqui sabe que você está feliz por toda a eternidade!
Muito obrigado pelo tempo que passamos juntos!
Te amo pra sempre!

"Tu és , Senhor, o meu pastor
Por isso nada, em minha vida, faltará."

sexta-feira, março 14, 2008

Suedehead

It was a good lay, good lay...

Another Chance

If I had another chance tonight...

sábado, março 08, 2008

Who´s Gonna Ride Your Wild Horses?

Like this, so so:

"You're dangerous, 'cos you're honest.
You're dangerous, you don't know what you want.
Well you left my heart empty as a vacant lot
For any spirit to haunt.

You're an accident waiting to happen
You're a piece of glass left there on a beach.
Well you tell me thingsI know you're not supposed to
Then you leave me just out of reach.

Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna drown in your blue sea?
Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna fall at the foot of thee?

Well you stole it 'cos I needed the cash
And you killed it 'cos I wanted revenge.
Well you lied to me 'cos I asked you to.
Baby, can we still be friends?

Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna drown in your blue sea?
Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna fall at the foot of thee?

Ah, the deeper I spin
Ah, the hunter will sin for your ivory skin.
Took a drive in the dirty rain
To a place where the wind calls your name
Under the trees, the river laughing at you and me.
Hallelujah! Heaven's white rose
The doors you open I just can't close.

Don't turn around, don't turn around again.
Don't turn around your gypsy heart.
Don't turn around, don't turn around again.
Don't turn around, and don't look back.
Come on now love, don't you look back.

Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna drown in your blue sea?
Who's gonna taste your saltwater kisses?
Who's gonna take the place of me?
Who's gonna ride your wild horses?
Who's gonna tame the heart of thee?"

Who?

sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Ovelha Negra

Oh, baby, babeee,
Não adianta esperar, oh não!
Tire isso da cabeça
e põe o resto no lugar.

segunda-feira, janeiro 28, 2008

quinta-feira, janeiro 17, 2008

Where Is My Mind?

Uhulll! Calouro de Psico! Mais 5 anos de UEL! haha
So glad today!

segunda-feira, janeiro 07, 2008

Panic

Aff, enforquem mesmo alguns djs, como o Jão Durval, do Valenta!
Cara cuzão!
E dançar na Friends então? Quase impossível!
Como Morrissey já cantou:
Burn down the disco
Hang the blessed DJ
Because the music that they constantly play
It says nothing to me about my life
Hang the blessed DJ...

sexta-feira, dezembro 28, 2007

A Outra Rota (EXorcism Session 3)

Eu vou fechar as contas e me mandar
Me ajoelhar, pedir perdão
Depois te perdoar
Você não merece o que eu te fiz
Só pra te machucar
Como se o forte fosse eu

Eu tou em outra rota pra um outro lugar
Eu quero as coisas certas
Eu quero te falar

Você não merece o que eu te fiz
Tentando te mudar
Como se o certo fosse eu

Agora somos só nós dois olhando pros lados
Depois de tanta estupidez
Agora somos só nós dois olhando pros lados
Já nem te vejo mais

E acreditar, e acreditar
Mesmo sem ver as provas
De cada corte corre sangue
E a vida se renova
Você sabe o que eu já fiz
E do que eu fui capaz
Mas fica tudo entre nós

God!

Agridoce (EXorcism Session 2)

Por que você às vezes
Se faz de ruim?
Tenta me convencer
Que não mereço viver
Que não presto, enfim

Saio em segredo
Você nem vai notar
E assim sem despedida
Saio de sua vida
Tão espetacular

E ao chegar lá fora
Direi que fui embora
E que o mundo já pode se acabar
Pois tudo mais que existe
Só faz lembrar que o triste
Está em todo lugar

E quando acordo cedo
De uma noite sem sal
Sinto o gosto azedo
De uma vida doce
E amarga no final

Saio sem alarde
Sei que já vou tarde
Não tenho pressa
Nada a me esperar
Nenhuma novidade
As ruas da cidade
O mesmo velho mar

Alike, maybe...

Communication (EXorcism Session 1)

And I saw you
But that’s not an invitation
That’s all I get
If this is communication
I disconnect
I’ve seen you, I know you
But I don’t know
How to connect, so I disconnect

No way to talk anymore, it seems...
But I don't know if it matters anyway...

domingo, dezembro 16, 2007

A Hora da Estrela

Ela está pronta
Pra mudar a sua vida pra sempre
Já imagina
Como tudo vai ser tão diferente
E aquele lugar lá na frente
Vai ser seu
Mais um minuto
E tudo o que sonhou vai ser verdade
Não há no mundo
Quem não entenda a sua felicidade
Que possa dizer com certeza
Que o lugar é seu
Que é de quem nasceu pra brilhar
Uh, a hora da estrela vai chegar
Uh, agora ninguém vai duvidar
Não hoje, não mais
Nem nunca, jamais
Ela está pronta
Pra mudar a sua vida pra sempre

É só esperar!
Eita vida ordinária, meu Deus!

segunda-feira, outubro 22, 2007

Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me

As you came in my dreams, last saturday, and said:

"Eu não me importo! Eu não me importo..."

A Letter To Elise

oh Elise it doesn't matter what you say
I just can't stay here every yesterday
like keep on acting out the same
the way we act out
every way to smile
forget
and make-believe we never needed
any more than this
any more than this

oh Elise it doesn't matter what you do
I know i'll never really get inside of you
to make your eyes catch fire
the way they should the way
the blue could pull me in
if they only would
if they only would
at least I'd lose this sense of sensing something else
that hides away
from me and you there're worlds to part
with aching looks and breaking hearts
and all the prayers your hands can make
oh I just take as much as you can throw
and then throw it all away
oh I throw it all away
like throwing faces at the sky
like throwing arms round
yesterday
I stood and stared
wide-eyed in front of you
and the face I saw looked back
the way I wanted to
but i just can't hold my tears away
the way you do

Elise believe I never wanted this
I thought this time I'd keep all of my promises
I thought you were the girl I always dreamed about
but I let the dream go
and the promises broke
and the make-believe ran out...

oh Elise
it doesn't matter what you say
I just can't stay here every yesterday
like keep on acting out the same
the way we act out
every way to smile
forget
and make-believe we never needed
any more than this
any more than this

and every time I try to pick it up
like falling sand
as fast as I pick it up
it suns away through my clutching hands
but there's nothing else I can really do
there's nothing else
I can really do
at all...

Pictures Of You

I've been looking so long
at these pictures of you
That I almost believe that they're real
I've been living so long
with my pictures of you
That I almost believe that the pictures
Are all I can feel

Remembering you standing quiet in the rain
As I ran to your heart to be near
And we kissed as the sky fell in
holding you close
How I always held close in your fear
Remembering you running soft through the night
You were bigger and brighter and wider than snow
And screamed at the make-believe
Screamed at the sky
And you finally found all your courage
To let it all go

Remembering you fallen into my arms
Crying for the death of your heart
You were stone white so delicate
Lost in the cold
You were always so lost in the dark
Remembering you
how you used to be
Slow drowned
You were angels
So much more than everything
Hold for the last time
then slip away quietly
Open my eyes
But I never see anything

If only I'd thought of the right words
I could have held on to your heart
If only I'd thought of the right words
I wouldn't be breaking apart
All my pictures of you

Looking so long at these pictures of you
But I never hold on to your heart
Looking so long for the words to be true
But always just breaking apart
My pictures of you

There was nothing in the world
That I ever wanted more
Than to feel you deep in my heart
There was nothing in the world
That I ever wanted more
Than to never feel the breaking apart
All my pictures of you

And so it is

segunda-feira, outubro 01, 2007

sábado, setembro 15, 2007

Stay (Far Away, So Close)

I have already tried, but I still haven`t got to take you from me. And I am ashamed of it, but...

Green light, Seven Eleven
You stop in for a pack of cigarettes
You don't smoke, don't even want to
Hey now, check your change
Dressed up like a car crash
Your wheels are turning but you're upside down
You say when he hits you, you don't mind
Because when he hurts you, you feel alive
Hey babe, is that what it is

Red lights, gray morning
You stumble out of a hole in the ground
A vampire or a victim
It depend's on who's around
You used to stay in to watch the adverts
You could lip synch to the talk shows

And if you look, you look through me
And when you talk, you talk at me
And when I touch you, you don't feel a thing

If I could stay...
Then the night would give you up
Stay...and the day would keep its trust
Stay...and the night would be enough

Faraway, so close
Up with the static and the radio
With satelite television
You can go anywhere
Miami, New Orleans
London, Belfast and Berlin

And if you listen I can't call
And if you jump, you just might fall
And if you shout, I'll only hear you

If I could stay...
Then the night would give you up
Stay...then the day would keep its trust
Stay...with the demons you drowned
Stay...with the spirit I found
Stay...and the night would be enough

Three o'clock in the morning
It's quiet and there's no one around
Just the bang and the clatter
As an angel runs to ground

Just the bang
And the clatter
As an angel
Hits the ground

How Is It Going To Be?

And maybe this too:

"I'm only pretty sure that I can't take anymore
Before you take a swing,
I wonderWhat are we fighting for
When I say out loud, I wanna get out of thisI
wonder, is there anything I'm gonna miss
I wonder, how it's gonna be
When you don't know me
How's it gonna be
When you're sure I'm not there
Hows it gonna be
When there's no one there to talk to
Between you and me
Cause I don't care
How's it gonna be
How's it gonna be
Where we used to laugh
There's a shouting match
Sharp as a thumbnail scratch
A silence I can't ignore
Like the hammock by the doorway
We spent time in
Swings empty
I don't see lightning like last fall
When it was always about to hit me
I wonder how's it gonna be
When it goes down
How's it gonna be
When you're not around
How's it gonna be
When you found out there was was nothing
Between you and me
Cause I don't careHow's it gonna be
How's it gonna be
When you don't know me anymore
How's it gonna be
Want to get myself back in again
THe soft dive of oblivion
I wanna taste the salt of your skin
The soft dive of oblivion
How's it gonna be
When you don't know me anymore
How's it gonna be ?"

Semi-charmed Life

E meio assim também:

"I want something else
To get me through this
Semi-charmed kind of life baby babyI
want something else..."

Jumper

Meio assim:

"I wish you would step back from that ledge, my friend
You could cut ties with all the lies
That you've been living in
And if you do not want to see me again
I would understand
I would understand
The angry boy, a bit too insane
Icing over a secret pain
You know you don't belong
You're the first to fight
You're way too loud
You're the flash of light
On a burial shroud
I know something's wrong
Well everyone I know has got a reason
To say
Put the past away
I wish you would step back from that ledge, my friend
You could cut ties with all the lies
That you've been living in
And if you do not want to see me again
I would understand
I would understand
Well, he's on the table
And he's gone to code
And I do not think anyone knows
What they are doing here
And your friends have left
You've been dismissed
I never thought it would come to this
And I I want you to know
Everyone's got to face down the demons
Maybe today
We can put the past away
I wish you would step back from that ledge, my friend
You could cut ties with all the lies
That you've been living in
And if you do not want to see me again
I would understand
I would understand
I would understand
Can you put the past away
I wish you would step back from that ledge, my friend
I would understand..."

sábado, agosto 25, 2007

Angra dos Reis

Se fosse só sentir saudade,
mas tem sempre algo mais.
Estou sozinho.
É uma dor que dói no peito.

sexta-feira, agosto 03, 2007

Atmosphere

Walk in silence,
Don't walk away, in silence.
See the danger,
Always danger,
Endless talking,
Life rebuilding,
Don't walk away.

Walk in silence,
Don't turn away, in silence.
Your confusion,
My illusion,
Worn like a mask of self-hate,
Confronts and then dies.
Don't walk away.

People like you find it easy,
Naked to see,
Walking on air.
Hunting by the rivers,
Through the streets,
Every corner abandoned too soon,
Set down with due care.
Don't walk away in silence,
Don't walk away.

quinta-feira, agosto 02, 2007

Unsent

Mais uma vez, depois de ter pensado melhor, quero novamente lhe pedir desculpas por tudo que eu lhe fiz durante o tempo em que decidíamos se continuavamos ou não! Sabe, hoje consigo ver melhor como você se sentia, com relação ao meu comportamento! Eu não imaginava que amor poderia ser algo a dois, que tivessem coisas em comum, muitas ou poucas, mas que também tivessem a vontade de estar juntos. Eu, talvez tolamente, não tinha essa determinação em ficar junto com você, talvez pelo fato de sentir aquelas atrações externas e também devido às nossas diferenças. Hoje, penso que o que vale mais que tudo isso é a vontade dos dois de ficarem juntos, e de se completarem. Eu achava que você não me completava, mas hoje vejo que isso ainda poderia ser trabalhado. E, além de tudo, vejo que você me faz muita falta em muitas horas!
Mas, enfim, não quero lamentar a nossa separação; quero apenas dizer que entendo sim, quando estou mais calmo, as suas razões em não querer me ver por enquanto. Como já disse antes, este talvez seja o preço que eu tenho de pagar pelo mal que lhe fiz!
Hoje, após nossas várias conversas, desliguei o telefone com raiva de você. Realmente, esse seu jeito seco me faz muito mal! Ainda há raiva e tumulto em meu coração quando me lembro disto, mas sei que vai passar e sei também que, assim como eu, de alguma maneira, não lhe faltou motivação para agir assim!
Um dos motivos de querer terminar foi o fato de sentir que eu me anulava com a sua presença. Sentia que deixava de ser eu mesmo quando estávamos namorando. Hoje, penso que isso também poderia ser arrumado; eu só precisava ter mais paciência e, nós dois, mais diálogo!
Entretanto, também pensando melhor, depois do modo como as coisas se arrumaram, não tenho mais vontade ou até mesmo esperanças de que voltemos a ter algo. Como você mesmo disse, isso é algo encerrado. Usando as suas palavras: "Bola pra frente!" (rs).
Sei também que as palavras não são o seu forte e que muitas vezes você parece não lidar bem com elas ou, então, não deseja respondê-las! Talvez eu esteja mesmo escrevendo tudo isso mais por mim do que por você, mas mesmo assim, é algo que agora importa ser feito! Sei que você tem os seus modos peculiares de se comunicar, e reconheço também a minha falta de habilidade para interpretá-los.
Também é válido usar este espaço para agradecer por tudo o que você fez por mim e que, com toda certeza, não foi pouco! Já mesmo há algum tempo queria fazer isto: dizer a você o quanto me fora importante durante o tempo em que estivemos juntos, e o quanto ainda seria, caso estivéssemos juntos.
Agora, por sua própria sugestão, seremos apenas lembranças um do outro. Mais uma vez, aquilo que você disse é aqui muito válido: "bola pra frente". That's the motion of life! (...)
Sentia que perdia a minha sensibilidade estando contigo, mas hoje vejo o quanto minha vida tinha significado estando ao seu lado!
Ainda é meio confuso tudo o que sinto e o resultado disto de forma escrita, mas o que é certo já foi dito acima!
O que resta então, é desejar que ainda possamos ter um pouco da ternura que nutrimos um pelo outro daqui pra frente e que todo a hostilidade em nós se acabe e não deixe rastros.
São palavras, palavras. Essas que, novamente, não são o seu forte, mas que, no meu caso, agora parecem ter muito valor!
Se este aqui for o nosso adeus provisório e temporário, quero lhe dizer que, como antes, lhe desejo tudo de bom, pois em você se encontra um espírito orientado por noções de bondade. E mais uma vez, resta dizer, com lágrimas nos olhos: How much I miss you and how much I wish I could see you soon!
Bye!

quinta-feira, julho 26, 2007

In A Lonely Place

How I wish you were here with me now!